Acusado de estuprar e engravidar enteada de 11 anos é condenado a 20 anos de prisão

padrasto-768x513.png

Foi condenado a 20 anos de prisão em regime fechado Odmilson Barbosa da Silva, de 50 anos, acusado de estuprar e engravidar a enteada de 11 anos. A criança teve parto realizado no dia 10 de setembro de 2017. O réu está preso no presídio do Roger, em João Pessoa.

A condenação é do juiz Manoel Abrantes, da 3º Vara Criminal de Mangabeira, e ocorreu na última sexta-feira (12). O advogado Pedro Almeida, que faz a defesa do condenado, disse que vai recorrer da decisão.

Relembre o caso

A menina de 11 anos deu à luz em uma maternidade de João Pessoa. A gravidez só foi descoberta no quinto mês de gestação após a criança se sentir mal e ser atendida em um posto de saúde. De acordo com a delegada Joana D’Arc, o padrasto da garota foi apontado pela própria criança como principal suspeito pelo estupro. Ele foi preso após ficar foragido.

A delegada revelou que havia sete meses que a criança vinha sendo abusada sexualmente. Os abusos teriam começado quando a garota ainda tinha 10 anos de idade.

Os crimes aconteciam em um sítio localizado na Zona Sul da Capital, onde o suspeito levava a vítima com frequência sob o pretexto de colher cocos. Segundo a delegada, a criança tinha autorização da mãe para ir com o padrasto ao local.

Com Portal Correio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *