Após protestos e paralisação, trens da cbtu voltam a circular em santa rita

9a1b1ac4138b947d54ae10266ecf8b5f-1.jpg
Os moradores de Várzea Nova, em Santa Rita, ficaram um dia sem trem, após a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), suspender a circulação do transporte, ontem, devido aos protestos que ocorreram no local. A decisão não foi bem vista pelos usuários que se sentiram prejudicados e tiveram que recorrer aos ônibus e os transportes alternativos. Os trens voltaram a circular às 17h40 e apenas quatro viagens – ida e volta – foram realizadas ontem. Normalmente são feitas 28 viagens por dia. Os protestos ocorreram depois do acidente que matou cinco pessoas.

A estação de Várzea Nova estava sem passageiros, contando apenas com a presença do bilheteiro Eduardo da Silva, que estava passando informações as pessoas que chegavam procurando o trem. Após reunião com o líder dos moradores de Várzea Nova, Aluízio Paulino, os trens voltaram a circular. Ele garantiu que não haveria mais protestos até o fim do inquérito policial, do laudo da perícia do IPC e da sindicância interna; o superintendente da CBTU, Paulo Barreto autorizou a normalização da operação nos trechos de Várzea Nova e Santa Rita.

A dona de casa, Maria Rosângela Carneiro, foi prejudicada “Eu cheguei na estação de João Pessoa e me informaram que não estava indo trem para Santa Rita. Como eu estava cheia de sacolas, resolvi ir em um transporte alternativo. Não acho que seja seguro, mas acho menos pior que os ônibus que precisam de uma manutenção urgente”, declarou.

Paraíba Informa / Ana Daniela Aragão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *