ASSUNÇÃO: Vereador lidera articulação regional em prol de Cirurgias de Cataratas no Hospital de Taperoá

55559430_2123556481060647_7253905527619452928_n.jpg

O vereador João de Paizin (PT) do município de Assunção, lidera uma mobilização a nível regional em busca da realização do MUTIRÃO DE CIRURGIAS DE CATARATAS do Governo da Paraíba no Hospital Regional de Taperoá. Segundo João, parlamentares de pelo menos cinco municípios estão engajados em torno desta pauta, entre eles: Assunção, Salgadinho, Tenório, Santo André e Taperoá. A mobilização conta também com o apoio de representatividade na Assembléia Legislativa do Estado, através do mandato da deputada Estela Bezerra.

Em contato com nossa equipe de redação o vereador falou um pouco desta mobilização: ”esta mobilização se justifica pela grande demanda de pacientes necessitando do procedimento não só em nossa cidade, mas em toda nossa região. Nós entendemos que precisamos de união e foco por parte da representatividade da população regional para a resolução desses problemas, nosso mandato e dos demais colegas envolvidos reafirma mais uma vez o compromisso com a saúde da população de nossos municípios”.

A solicitação será protocolada no setor de protocolos na plenária Regional do Orçamento Democrático estadual na cidade de Soledade no próximo dia 25.

“Nós agradecemos o apoio e compromisso de sempre de nossa deputada Estela Bezerra que também está nos apoiando nesta demanda, nossa gratidão aos Colegas vereadores e vereadoras dos municípios de Salgadinho, Santo André, Tenório, Taperoá além de outros municípios que estarão  conosco nesta luta, agradecemos também ao amigo Patrício Silva, um exemplo de cidadão que sempre está presente nessas lutas em prol de toda população”, finalizou João.

One thought on “ASSUNÇÃO: Vereador lidera articulação regional em prol de Cirurgias de Cataratas no Hospital de Taperoá”

  1. José Neto Silva disse:

    Quero parabenizar o vereador João de Paizin e o demais vereadores dos Municípios sitados pela iniciativa demostrando assim quando se quer trabalhar pela comunidade trabalha-se .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *