Ataques a agências bancárias na Paraíba em 2013 já superam os registrados em todo o ano passado segundo dados do sindicato

Os ataques a bancos este ano na Paraíba já superam o registrado em todo o ano de 2012. Conforme dados estatísticos do Sindicato dos Bancários da Paraíba, no primeiro semestre ocorreram 89 ataques no Estado, enquanto em todo o ano passado aconteceram 63 crimes deste tipo. Se comparados apenas os dados do semestre, os números mostram crescimento de 256,52% deste tipo de ocorrência.

No interior da Paraíba, é difícil ter uma cidade, cujas agências bancárias não tenham sido alvo da ação dos bandidos. Em Pilar por exemplo, todos os bancos foram explodidos pelos bandidos. As explosões a caixas eletrônicos, tem amedrontado a população e acontecem principalmente no começo do mês quando os caixas estão abastecidos para o pagamento dos aposentados.

A segunda investida criminosa contra bancos em agosto foi o arrombamento da agência do Santander, em Cruz das Armas, na capital paraibana, na madrugada do domingo, 04/08/2013. No ano são 89 ocorrências, sendo: 31 explosões (15 no Banco do Brasil, 2 na Caixa, 13 no Bradesco e 1 no Santander), 27 arrombamentos (8 no Banco do Brasil, 8 no Bradesco, 8 no Santander , 1 no Itaú, 1 no HSBC e 1 na Caixa), 12 assaltos (5 no Bradesco, 4 no Banco do Brasil, 1 no Santander, 1 na Caixa e 1 no Itaú), 11 tentativas de assalto/arrombamento/explosão (4 no Banco do Brasil, 5 no Bradesco e 2 no Santander) e 8 saidinhas de banco (2 no Bradesco, 2 na Caixa, 4 no Santander)

Para o presidente do sindicato, Marcos Henriques, os dados sobre ataques a bancos na Paraíba são preocupantes. Ele cobra ações para melhorar a segurança de funcionários e clientes dos bancos.

“Os números são resultado da falta de investimentos por parte dos bancos, que não estão se preocupando como deveriam com ações preventivas de segurança. A segurança pública também precisa ser levada mais a sério, pois o que garante essa segurança é a presença da polícia no cotidiano das pessoas”, pontuou.

Segundo o sindicalista, medidas simples como a instalação de portas de segurança e vidros blindados em todas as agências poderiam ajudar a coibir a ação dos criminosos. Ele lembra que lei regulamentada pela Assembleia Legislativa e sancionada pelo governador em fevereiro deste ano obriga que a partir de agosto os bancos da Paraíba serão obrigados a manter um monitoramento externo das agências durante 24 horas.

Em nota, a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) informou que os dispositivos de segurança instalados nos terminais de autoatendimento que mancha as cédulas, no caso de tentativa de roubou ou furto, constituem em uma das frentes de combate aos ataques a caixas eletrônicos, modalidade de crime que cresceu nos últimos dois meses.

Por sua vez, a Secretaria de Segurança Pública e da Defesa Social da Paraíba, também confirmou o crescimento de ataques a bancos na Paraíba. Contudo, segundo o tenente-coronel Júlio César, secretário executivo da Operação Divisa Segura, que busca o enfrentamento de crimes desta natureza, integrando todos os Estados da região Nordeste, a tendência é que nos próximos meses esta modalidade de crime apresente redução.

Até o mês passado, segundo o levantamento do Sindicato dos Bancários da Paraíba, haviam sido registradas somente este ano 30 explosões, 26 arrombamentos, 12 assaltos, 11 tentativas de ataque frustradas, e oito saidinhas de banco. Só que com os novos ataques, esse número subiu para 89. Em todo o ano passado, foram 63 ações criminosas contabilizadas contra agências bancárias no estado, contra 72 registrados em 2011. Isto representa um crescimento de 144% no primeiro quadrimestre de 2013 com relação a igual período de 2012, segundo dados do Sindicato.

Este ano os bandidos já conseguiram explodir bancos em cidades como Pilar, Olivedos, Campina Grande, Arara, João Pessoa, São Sebastião de Lagoa Seca, Pocinhos, Cajazeiras, Caçimba de Dentro, Remígio, Junco do Seridó, Paulista, Imaculada, Gurjão, Serraria, Prata, Bayeux, São João do Cariri, Santa Rita, Gurinhem, Cabaceiras, Serra Redonda, Gurinhem, Arara entre outras.
Com PB Agora

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *