“Brasil dá um passo atrás com a perda de Eduardo Campos”, diz Evaldo Costa

“O Brasil dá um passo atrás com a perda de Eduardo Campos”, afirmou, consternado com a morte do amigo pessoal e companheiro político, o ex-secretário de Comunicação na gestão do socialista e candidato a deputado federal da Paraíba, Evaldo Costa.

Em entrevista ao programa Correio Debate, da 98 FM, Evaldo Costa emocionado enalteceu Eduardo Campos pela condução da sua trajetória política e destacou que o Brasil “não merecia a morte dele”.

“É algo que Eduardo não merecia. O Brasil não merecia. O Brasil precisa dele. Os brasileiros precisavam de Campos para fazer as mudanças que nós precisamos. Ele era um homem que não deixava nunca um companheiro no campo de batalha. Ele trabalhava 24 horas por dia. O seu tempo era integramente dedicado a política”, disse Costa. “Eduardo era um pai de família, um grande homem. Ele tinha um futuro. Fez 49 anos no domingo. Ele sabia que o Brasil precisava dele. Ele estava determinado a dar o retorno dessa mudança”, completou.

Ainda sem acreditar na morte de Campos, Costa disse que espera que a perda seja combustível para promover “a mudança que o Brasil precisa”. “Queria que fosse um mal entendido, mas Deus sabe o caminho que toma. Às vezes a morte de um líder serve de combustível para a mudança. Espero que ausência de Eduardo seja substituída pelos exemplos deles, pelo trabalho deixado. Que ele seja o que o seu avô Miguel Arraes foi para o Brasil”, pediu.

com Portal Correio

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *