Câmeras da SEMOB multam 50 motoristas em nove horas nas ruas de JP

219611876e75986217d9f75402098979.jpg

Em nove horas de videomonitoramento, as câmeras da Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob) flagraram 50 motoristas cometendo infrações graves nas ruas de João Pessoa. A nova forma de fiscalização começou a vigorar ontem as imagens das infrações revelam a ousadia dos infratores, que ignoram as regras do trânsito e a sinalização das vias.

Nos primeiros dias de fiscalização pelas câmeras, a Semob está priorizado autuar as infrações consideradas mais graves. “Como estamos começando e ainda não sinalizamos todos os locais videomonitorados, estamos focando nos casos em que o passeio fica totalmente obstruído, o tráfego de veículos comprometido com os carros estacionados de forma irregular e outras situações mais gritantes. Em alguns casos, chegamos a enviar o agente presencialmente ao local, para que tome uma providência de sanar o problema, até mesmo removendo o veículo”, explicou Viviany Basílio, chefe da sessão de monitoramento.

De acordo com a resolução 471/2013, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), para que as multas aplicadas pelo videomonitoramento tenha validade, é necessário que a via monitorada esteja sinalizada com placas que avisem aos condutores sobre a existência do serviço no local.

Até ontem, apenas 8 câmeras da Semob tinham sido sinalizadas e apenas estas estavam sendo utilizadas para aplicação de multas.

44 notificam até o fim do mês

Até o final de fevereiro, as 44 câmeras de monitoramento da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob) de João Pessoa, estarão multando os motoristas infratores. Ontem, câmeras em seis vias de João Pessoa passaram a registrar as infrações. Ainda esta semana, outras três passam a ter a fiscalização reforçada.

O superintendente da Semob, Carlos Batinga, disse que o objetivo é flagrar infrações como invasão da faixa de pedestre. Ele explicou que as câmeras têm longo alcance. Uma delas monitora o trecho da Avenida Tabajaras até a Rodrigues de Carvalho, no Centro. Outra, instalada próximo ao Mercado Central, abrange as vias Princesa Isabel, Getúlio Vargas até a Almeida Barreto, também na região central da cidade.

Não foi necessário comprar novas câmeras, conforme Batinga. “Nós apenas ajustamos para terem essa outra função de monitoramento. São câmeras que a Semob já tinha e estavam sendo usadas apenas para monitorar, agora servirão também para punir”.

A medida tem como base uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), de junho de 2015, que regulamenta a fiscalização de trânsito a partir do videomonitoramento. Até a próxima sexta-feira, entrarão no esquema de monitoramento a Rua Walfredo Macedo Brandão, nos Bancários, e o Terminal de Integração.

Paraíba Informa / Ainoã Geminiano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *