Campeonato paraibano é antecipado para 8 de janeiro

c30e91627d7c59a650b3abcd8cc95c23.jpg
Acabou prevalecendo à proposta da Federação Paraibana de Futebol e o Campeonato Paraibano 2017 começará no dia 8 de janeiro. A maioria dos clubes aceitou os argumentos da entidade, que alegou a necessidade ganhar datas para cumprir o calendário do futebol brasileiro imposto pela CBF.

Antes, o início do Estadual estava estabelecido para 15 de janeiro, o que causou discordância, com Auto Esporte e Sousa defendendo a data original. Os dirigentes destes dois clubes foram os únicos que votaram contra a proposta da FPF.

A reunião de ontem demorou mais de três horas, sendo iniciada no período da tarde e indo até altas horas da noite, na Capital.

Além deste assunto, os representantes dos dez clubes: Auto Esporte, Atlético de Cajazeiras, Botafogo, Campinense, CSP, Grêmio Serrano, Internacional, Paraíba de Cajazeiras, Sousa e Treze discutiram o regulamento proposto para o próximo ano, detalhando artigo por artigo, aprovando ou rediscutindo os pontos do documento. A preocupação foi evitar dúvidas ou provocar acontecimentos bizarros durante o Estadual.

A fórmula de disputa, que já tinha sido aprovada na primeira reunião do Conselho Arbitral, aponta que os dez clubes vão jogar entre si, com partidas de ida e volta. Os quatro primeiros colocados se classificam para a fase semifinal, com os dois melhores tendo vantagem do mando de campo e jogando por dois empates.

Pelo regulamento, o primeiro colocado enfrenta o quarto, enquanto o segundo encara o terceiro. Os dois vencedores dos confrontos desta fase estão automaticamente classificados para a fase final do certame. Caso o quarto colocado seja classificado para a finalíssima, será levada em consideração a campanha dos clubes, somando todos os pontos da fase classificatória.

O saldo de gols também será observado nos confrontos das fases semifinal e final. Por exemplo, o time que vencer por dois gols de vantagem, garante o direito de perder por até um gol de diferença. O gol qualificado, também chamado de ‘gol fora de casa’ não será contabilizado.

Paraíba Informa
Franco Ferreira / Foto: Geraldo Varela / Federação Paraibana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *