Cássio destaca união da bancada em defesa do Porto de Cabedelo

A reunião desta terça-feira à noite com o ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, obteve o êxito que todos os representantes paraibanos no Congresso Nacional esperavam. A garantia do ministro de que o terminal de combustíveis da Petrobrás sediado no porto de Cabedelo não será desativado. O encontro teve ainda a participação do vice-governador Rômulo Gouveia e o deputado estadual Trócolli Junior, representando a Assembleia Legislativa da Paraíba.

O senador Cássio Cunha Lima, coordenador da bancada paraibana no Senado destacou que sempre que a bancada se une em torno de objetivos comuns, o Estado sai ganhando e esse foi mais um exemplo concreto do compromisso que todos os parlamentares têm com o desenvolvimento do Estado.

Conforme o senador o ministro se colocou à disposição dos parlamentares paraibanos não apenas para empenhar contra a retirada do terminal de Cabedelo como defender o Estado para novos investimentos.

O ministro Edison Lobão, declarou ainda a sua preocupação com a situação financeira da Petrobras ao relatar os investimentos paralisados como as refinarias que poderiam suprir as necessidades do país com as suas obras praticamente paradas. Ele lembrou que o Brasil, apesar de ser autosuficiente na produção de petróleo, precisa importar grande parte do combustível que consome por não ter produção própria por falta exatamente de refinarias.

Cássio lembrou ainda ao ministro que o prejuízo com a retirada do terminal de combustíveis de Cabedelo, cerca de 300 milhões de reais por ano, seria desastroso para a economia paraibana. Ele ainda lamentou que o Governo Federal tenha cogitado mais esse golpe contra a Paraíba, “o Governo Federal tem uma dívida histórica com o nosso estado que nunca recebeu um investimento econômico estruturante e seria um absurdo que essa medida se concretizada”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *