Cgu encontro irregularidades no bolsa família em municípios da pb

bolsafamilia15082013.jpg

A Controladoria Geral da União (CGU) constatou irregularidades no programa Bolsa Família em todos municípios fiscalizados. Foram constatados servidores municipais beneficiários do programa, além de renda per capita superior à estabelecida no programa. Em Picuí, a CGU identificou, além de servidores municipais, aposentados e pensionistas do INSS, integrando famílias beneficiárias do Bolsa Família.

Enquanto em Tavares foram encontrados indícios de irregularidades no cadastramento de famílias beneficiárias do programa, sem o consequente bloqueio do recebimento do benefício ou a regularização da situação cadastral, em Baía da Traição, a CGU destacou a deficiência de atuação da Instância do Órgão de Controle Social do Programa Bolsa Família no município.

A partir do cruzamento entre a base de dados do Cadastro Único de janeiro de 2013 com a folha de pagamento do Programa Bolsa Família do mesmo período e com a Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) referente aos meses de janeiro a dezembro de 2011, a CGU constatou a existência de 16 famílias com algum integrante servidor da prefeitura de Bananeiras. Após o confronto com a folha de pagamento da prefeitura relativa ao mês de fevereiro de 2013 esse número caiu para sete famílias. A prefeitura justificou que diante das informações repassadas pela CGU foi enviada uma equipe de entrevistadores do Bolsa Família para verificação dos dados das famílias em questão.

 

Paraíba Informa
Jornal da Paraíba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *