Dólar recua 19,38% frente o real até este mês

dolarcai.jpg

Desde que foi anunciada a proposta de limite de gastos públicos, o Brasil teve a confiança renovada. O real valorizou frente ao dólar e, em cinco meses, a moeda brasileira fortaleceu 12,32%. A cotação do dólar passou de R$ 3,57, no fim de maio, para R$ 3,13, em 20 de outubro.

Indicadores começam a mostrar uma virada na economia brasileira. Depois de medidas para reorganizar as contas públicas, impulsionar os investimentos e criar as condições necessárias para o País crescer, termômetros que mostram como anda a saúde do Brasil sugerem que o País assumiu uma rota de recuperação.

Um dos indicadores mais importantes, que mostra o nível de credibilidade de um país, melhorou expressivamente. Apenas entre a data em que o governo anunciou a proposta que cria um teto para os gastos públicos (24 de maio) e 20 de outubro, o Risco Brasil, medido pelo Credit Default Swap (CDS), caiu 26,47%.

O CDS é um acordo entre duas partes: de um lado, uma instituição financeira compra proteção para a sua carteira de crédito; do outro, uma seguradora ou outra instituição vende essa proteção.

Se uma instituição financeira tem um CDS, ela tem uma espécie de seguro. Supondo que alguém comprou um CDS dos Estados Unidos, por exemplo, isso significa que ele tem um seguro para o caso de os Estados Unidos não honrarem sua dívida com essa pessoa ou instituição financeira.

Fonte: Portal Brasil, com informações da BM&FBovespa e do mercado financeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *