A dupla dois africanos fala sobre o ep ‘djawá’

432822e634432c277c777346df57b36d.jpg
A banda Dois Africanos, que surgiu na Paraíba e ganhou o Brasil após a participação no reality show Superstar, se prepara para lançar, ainda este mês, um novo trabalho em estúdio. É o EP (disco curto, com poucas faixas) Djawá. As cinco faixas devem ser liberadas através dos principais serviços de streaming, como Spotify e Apple Music, dando uma mostra do que deve vir no primeiro álbum do grupo liderado por Opai Bigbig e Izy Mistura, programado para 2017.

A palavra-chave para se entender o novo trabalho é alegria. Não é segredo para ninguém que o carisma dos dois vocalistas evocam o sentimento ao se ouvir alguma música da dupla, mas aqui, há uma intenção deliberada, a começar pelo significado do título. “‘Djawá’ significa ‘se alegre’, ‘comemore’. O intuito é trazer a alegria. Dizem que somos os embaixadores da música africana no Brasil, mas agora podem falar que somos os embaixadores da alegria também. A principal mensagem do álbum é essa”, explica Izy Mistura, em entrevista ao CORREIO.

O primeiro single, “Lekema”, conta com um vídeo no YouTube, que já dá uma mostra do que está por vir. Há uma predominância do afropop, esse termo guarda-chuva que abarca todas as expressões musicais contemporâneas da África. Izy adianta que isso aparecerá nas outras faixas do EP, a exemplo de “History”, “Miss Favela” e “Ela me faz feliz”, mas com um tempero brasileiro. “Há um pouquinho do som que Michael Jackson fazia, mas com percussividade africana, toques de reggaeton e menções a gêneros africanos diversos. Não estamos criando, o gênero já existe e só estamos adaptando ele para o Brasil com nossos toques”, explica Izy.

André Luiz Maia / Foto: Leonardo Aciolly

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *