Emplacamento de ‘cinquentinhas’ fica mais caro após fim de prazo, na Paraíba

cinquentinha13012015.jpg

Os proprietários de ‘cinquentinhas’ que não emplacaram os veículos até o dia 30 de dezembro ainda devem procurar regularizar o transporte. As taxas cobradas pelo registro das motocicletas, porém, serão mais altas. Mais de 30 mil estão irregulares e não podem circular no estado.

Conforme o diretor da Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) em Campina Grande, Rossandro Agra, a regularização será feita de forma habitual, com agendamento e sem filas, diferente de como ocorreu no período de escalonamento. A declaração foi feita em entrevista à rádio Correio 98 FM.

Ainda de acordo com Rossandro Agra, o valor a ser desembolsado para liberação do emplacamento será mais alto. “A partir de hoje será cobrado o valor integral do Seguro DPVat. Junto com as taxas do Estado, o emplacamento de cinquentinhas deverá custar entre R$ 234 e R$ 250. Uma notícia boa é que até o dia 29 de fevereiro não vamos cobrar multas ou taxas extras por licenciamento atrasado”, disse.

O diretor da Ciretran disse que o número de veículos irregulares que circulam em Campina Grande ainda não foi contabilizado, mas informou que fiscalizações devem começar em breve.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *