Ex-prefeito diz que ataque não o atingiu, mas sim o povo de Juazeirinho

bevi_ovada.jpg

O ex-prefeito, Bevilacqua Matias (2009 – 2012), agredido na tarde desta terça-feira (5) com um ovo na cabeça atirado por um popular enquanto ele deixava as dependências da Câmara de Vereadores após o arquivamento do Projeto de Lei (PL) de autoria do poder executivo para criação de cargos comissionados, manteve contato com a reportagem para lamentar o ocorrido e dizer que o atingido não foi ele e sim o povo, que sofre com uma péssima gestão, que vem provocando sofrimento à população.

Bevilacqua disse que sabe quem atirou o ovo na sua cabeça. Segundo ele, teria sido um jovem, filho do ex-candidato a vereador, “Dorinha”, pois seu pai é um dos funcionários comissionados da Prefeitura.

No entanto, o ex-prefeito disse que não nutre nenhum sentimento de vingança por uma coisa tão insignificante e que foi educado desde a infância pelo seu pai, o saudoso dr Genival Matias, a passar por cima dessas questiúnculas.

“Eu aprendi desde pequeno com o meu pai, dr Genival, a passar por cima de coisa tão pequena como foi esse episódio lamentável. Porque o ovo não me atingiu, mas sim o povo, que sofre quando vai no hospital e não tem médico nem remédio; não tem corte de terra para os agricultores; não tem estradas reformadas, apesar de ter máquinas a exaustão; não tem uma educação de qualidade; não tem atendimento na área social. não tem infra estrutura… em fim, nada funciona neste desgoverno. Então hoje, o povo foi atingido e não eu”, pontua o ex-prefeito.

Paraíba Informa / Heleno Lima

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *