Facebook anuncia novo sistema de buscas na rede social

Nova ferramenta traz resultado por curtidas, fotos, vídeos e interesses

O Facebook anunciou nesta terça-feira (15), durante evento na sua sede em Menlo Park, na Califórnia, um novo sistema de buscas que mostra resultados baseados em conteúdos que o usuáiro curtiu (‘Likes’, em inglês), músicas, lugares, vídeos, fotos e interesses. Segundo Mark Zuckerberg, presidente-executivo da empresa, a ferramenta ajuda a responder perguntas específicas como “Quem são meus amigos em San Francisco?”.

Chamado “Graph Search” (“Busca Social”, em português), o novo sistema do Facebook não é uma busca na internet, como o Google, mas nas informações do “gráfico social”, que está sempre expandindo com novas pessoas, conteúdo e conexões. “Já são mais de 1 bilhão de pessoas, 240 bilhões de fotos e 1 trilhão de conexões”.

A “busca social”, que irá aparecer como uma barra de pesquisa no topo da página, entra no ar nos próximos dias em uma versão beta limitada, inicialmente nos Estados Unidos. O Facebook informou que há planos de implantação do serviço em outros idiomas nos próximos meses, mas ainda sem data definida. Usuários nos EUA podem se cadastrar na lista de espera para testar o sistema clique aqui.

Segundo o Facebook, o novo sistema permite cruzar pesquisas como “pessoas que curtiram uma página e visitaram o museu Moma”. Ao digitar, por exemplo, “pessoas que gostam de fazer caminhadas”, o site mostra os resultados de “Likes” e fotos neste tema.

“Nossa missão é tornar o mundo mais aberto e conectado”, disse Zuckerberg no início do evento. O executivo explicou que existem dois serviços que ajudam a deixar o mundo mais conectado: aquele que conecta os usuários com pessoas que eles já conhecem, e aquele que os ajuda a fazer novas conexões. Conforme o Facebook, a “busca social” ajuda as pessoas a fazer novas conexões.

Privacidade – Zuckerberg disse que a busca social foi construída com a privacidade em mente. “A maioria do conteúdo no Facebook não é público. Essa [busca social] é uma maneira de encontrar coisas que foram compartilhados com você”, disse o executivo. A empresa ressaltou que conteúdos colocados como “privados” não irão aparecer nos resultados das buscas.

G1

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *