GRAMMY: Shakira teve a melhor canção; brasileiros levam em categorias próprias

753a6c03ed6aec806b47e5d7ad55ecdf.jpg

Shakira desistiu de sua apresentação no Grammy Latino, mas acabou saindo com dois dos três principais prêmios da noite. Seu dueto com o também colombiano Carlos Vives, “La bicicleta”, foi eleito a melhor gravação e melhor canção do ano. A cerimônia foi realizada no T Mobile Arena, de Las Vegas, na quinta à noite, mas a premiação em português foi realizada antes da festa principal.

Apenas dois brasileiros venceram em categorias que não eram exclusivas em português: o disco Samba de Chico, do bandolinista Hamilton de Holanda, foi o melhor álbum instrumental, e Tropix, da cantora Céu, melhor engenharia de gravação.

Os demais vencedores brasileiros saíram das categorias dedicadas à música em português. Nelas, Djavan, que concorria nas categorias gerais como gravação do ano, disco do ano e “cantautor”, coerentemente levou a de melhor canção em português. Martinho da Vila, Elza Soares e Paula Fernandes foram outros vencedores.

Principais categorias e premiados brasileiros

GRAVAÇÃO DO ANO: “La Bicicleta”, Carlos Vives & Shakira

ÁLBUM DO ANO: Los Dúo 2, Juan Gabriel

CANÇÃO DO ANO: “La Bicicleta”, Andrés Castro, Shakira & Carlos Vives, compositores (Carlos Vives & Shakira)

ÁLBUM INSTRUMENTAL: Samba de Chico, Hamilton de Holanda

ÁLBUM CRISTÃO EM PORTUGUÊS: Samba de Chico, Hamilton de Holanda

ÁLBUM DE POP CONTEMPORÂNEO EM PORTUGUÊS: Tropix, Céu

ÁLBUM DE ROCK BRASILEIRO: Derivacivilização, Ian Ramil; Éter, Scalene

ÁLBUM DE MÚSICA POPULAR BRASILEIRA: A Mulher do Fim do Mundo, Elza Soares

ÁLBUM DE MÚSICA SERTANEJA: Amanhecer, Paula Fernandes

ÁLBUM DE MÚSICA DE RAÍZES BRASILEIRAS: AR, Almir Sater & Renato Teixeira

CANÇÃO EM PORTUGUÊS: “Vidas pra contar”, Djavan, compositor (Djavan)

ENGENHARIA DE GRAVAÇÃO PARA UM ÁLBUM: Tropix, Céu

com Renato Félix

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *