IBGE amplia prazo de inscrição em edital com 40 vagas na Paraíba

CENSO-DO-IBGE.jpg

Foi prorrogado até o dia 2 de março o prazo de inscrições do processo seletivo simplificado do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que oferece 1.409 vagas temporárias para o Censo Agropecuário 2016. A data da prova foi mantida e será aplicada em 22 de maio. As inscrições podem ser feitas pelo site da organizadora responsável pela seleção.

Os salários oferecidos vão de R$ 1.560 a R$ 7.166. Na Paraíba há 40 vagas disponíveis, sendo 23 em João Pessoa. A Fundação Cesgranrio é a organizadora responsável pela seleção. Veja aqui o edital do concurso com todas as informações.

As vagas disponíveis na Paraíba são para analista censitário, nas funções de gestão e infraestrutura, análise socioeconômica, além de agente censitário administrativo e agente censitário regional.

Para as inscrição a taxa é de R$ 120 para analista censitário, R$ 50 para agente censitário regional e R$ 35 para agente censitário administrativo.

O salário é de R$ 7.166 para analista censitário, R$ 3 mil para agente censitário regional e R$ 1.560 para agente censitário.

Vagas na Paraíba

Em João Pessoa há 20 vagas para agente censitário administrativo  e três para analista censitário. Para a função de agente censitário regional há duas vagas em Cajazeiras e uma vaga nas seguintes cidades: Barra de Santa Rosa, Belém, Boqueirão, Cajazeiras, Catolé do Rocha, Conceição, Esperança, Ingá, Mamanguape, Monteiro, Princesa Isabel, Queimadas, São Bento, Solânea, Soledade e Teixeira.

Do total das oportunidades, 5% são reservadas para pessoas com deficiência e 20% para pretos e pardos (PPP). (Os termos preto e pardo são os utilizados oficialmente pelo IBGE).

Provas e contrato

As provas objetivas estão previstas para o dia 22 de maio e terão duração de 4h, das 13h às 17h. A previsão de duração do contrato é de até 31 meses para o analista censitário, 22 meses para agente censitário administrativo e 16 meses para o agente censitário regional.

O contratado será avaliado mensalmente nos primeiros 3 meses e nos últimos 3 meses de contrato temporário. Os meses intermediários poderão ser avaliados a cada 90 dias ou mensalmente.

As renovações e/ou rescisões dos contratos estarão condicionadas ao cronograma da coleta de dados e aos resultados da avaliação de desempenho do contratado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *