João Henrique defende que CPI da Telefonia tenha foco ampliado para região de Princesa Isabel

joao_henrique_agradece.jpg

O 1º vice-presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, João Henrique (Democratas), defendeu nesta sexta-feira (17) que a CPI da Telefonia, recém-instalada, priorize também os municípios por regiões nas audiências que realizará.

João Henrique sugeriu que “a CPI deve fazer um mapeamento dos problemas através das cidades polos, de maneira a escutar a população e atender a todos os municípios”.

Ele citou o caso de Princesa Isabel, “onde a população – refém da operadora de telefonia móvel que detém mais de 85% das linhas – há anos sofre com o serviço precário, com queda brusca de sinal, chamadas interrompidas, ligações incompletas, entre outros problemas”.

O parlamentar lembrou que, “apesar de audiência pública realizada na Câmara Municipal em maio de 2012, com a participação de diretor regional da empresa e de representante da Curadoria do Consumidor do Ministério Público da Paraíba, tudo continua como antes, sem solução, mesmo com a existência de Um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado”.

“O problema piorou em Princesa Isabel e nos municípios polarizados, como Manaíra, São José de Princesa, Tavares, Juru, Imaculada e Água Branca. As ações da CPI da Telefonia devem alcançar esses municípios, cujos usuários esperam uma resposta positiva para solucionar a má qualidade do serviço prestado pela operadora”, afirmou

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *