Justiça condena deputado caririzeiro por “propina recebida na Máfia dos Sanguessugas”

carlos-dunga13122014.jpg

O ex-deputado federal e atual deputado estadual, Carlos Dunga (PTB), foi condenado pela Justiça da Paraíba por receber propina no esquema da Máfia das Ambulâncias. Na sentença publicada no Diário Eletrônico do Tribunal Regional da 5ª Região, o parlamentar foi punido com perda do cargo público e dos direitos políticos por oito anos; a pagamento de multa de R$ 8 milhões; e também ficou proibido de contratar com o poder público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios pelo prazo de dez anos.

Carlos Dunga foi condenado, segundo a denúncia do Ministério Público, por participar do esquema fraudulento, conhecido com ‘máfia dos sanguessugas’. O parlamentar apresentava emendas orçamentárias que destinavam vultosos recursos a municípios em troca do pagamento de propina. Ele foi deputado federal nas legislaturas de 1999-2003 e 2003-2007.

Também foram condenados por participar do esquema Vera Lúcia Pinto, Luiz Antônio Trevisan Vedoin e Darci José Vedoin.

A defesa de Carlos Dunga defendeu que o ex-deputado federal não teve participação no suposto esquema e que nenhum dos processos licitatórios das emendas parlamentares de sua autoria fora vencido pela Planan, empresa do Grupo Vedoin que tem participação no esquema. Esse fato segundo a defesa prova que Carlos Dunga é inocente.

Com Portal Correio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *