Juventude de Patos poderá ter representação na disputa eleitoral.

12626082_983429061745989_1284817381_n.jpg

A dois anos e quatro meses atras quando então a Prefeita de Patos Francisca Motta decidiu dar vida a Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer através da garantia de estrutura física, com investimentos maiores, inclusive dando sede própria em um local um tanto quanto privilegiado no centro da cidade e recursos pra execução e promoção das políticas públicas para a juventude. E creditou toda essa estrutura e confiança a Marcelo Lima, atual Secretário da pasta, que foi escolhido a dedo pela sua expressiva atuação nos movimentos sociais de juventude no estado e no país, protagonizando inúmeras lutas decisivas pelos direitos dos jovens estudantes.

Marcelo presidiu a Associação dos Estudantes Secundaristas da Paraíba (AESP) e em seguida foi eleito presidente duas vezes da maior juventude política organizada do Brasil a conhecida União da Juventude Socialista (UJS), e hoje além do cargo que exerce também é o atual presidente do PMDB Jovem da cidade. Ao assumir a Secretária enfrentou os desafios de ter que apresentar a sociedade a importância da secretaria no desenvolvimento de políticas públicas para a juventude e na garantia dos seus direitos. E o fato é que toda as ações tem mudado a vida de milhares de jovens que cotidianamente são beneficiadas de forma direta ou indiretamente.

A estação Juventude por exemplo executa trabalhos, cursos, projetos, oficinas, promovendo o protagonismo dos jovens nas suas próprias histórias, ajudando na escolhas de seus rumos através da arte, dança, desenho, grafite, violão, entre tantos outros.

Nos dias 4 e 5 de janeiro, estudantes de Jornalismo das Faculdades Integradas de Patos (FIP), realizaram uma consulta eleitoral na cidade onde Marcelo Lima aparece como opção e entre os mais votados em 12º lugar Perguntado sobre a possibilidade, Marcelo Lima disse que fica feliz em saber que as pessoas citam seu nome para ocupar uma das cadeiras na casa Juvenal Lúcio de Sousa, disse ser muito gratificante, sendo um reconhecimento do trabalho prestado à cidade. “As pessoas estão passando por uma crise de representatividade , a apelo para mudanças e novas ideias nos espaços de decisão”. concluiu Marcelo, afirmando a possibilidade.

Paraíba Informa / Igor Rodrigues

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *