Luciano Agra morre por complicações no quadro de AVC após uma semana de internação

lucianoagra11122014.jpg

O ex-prefeito de João Pessoa, Luciano Agra, faleceu na noite desta quarta-feira (10), por volta das 22h10, no Hospital Memorial São Francisco, na Capital, devido a complicações no quadro de acidente vascular cerebral sofrido há uma semana. A informação foi confirmada pelo cardiologista e diretor da instituição de saúde, Dr. Ítalo Kumamoto.

Luciano Agra era formado em arquitetura pela UFPE com mestrado em engenharia urbana na UFPB. Dentre os cargos que já ocupou destacam-se os de diretor técnico da Companhia de Pró-Desenvolvimento de Campina Grande, de secretário executivo da Comissão Estadual de Gerenciamento Costeiro e de coordenador da Câmara Especializada de Arquitetura do CREA/PB, além de ter atuado como arquiteto nas prefeituras de João Pessoa e Campina Grande e no governo do estado da Paraíba. Foi também secretário municipal de planejamento durante o primeiro mandato de Ricardo Coutinho como prefeito de João Pessoa.

Filiado ao PSB, concorreu em uma ‘chapa pura’ como candidato a vice-prefeito de João Pessoa na chapa encabeçada por Ricardo Coutinho (então candidato à reeleição) nas eleições municipais de 2008, sendo eleito em 1º turno junto com o titular com cerca de 74% dos votos válidos.

Por causa da assumiu a prefeitura de João Pessorenúncia de Coutinho à prefeitura de João Pessoa para a disputa de sua campanha vitoriosa ao governo da Paraíba nas eleições de 2010, Agra é empossado como prefeito da capital paraibana em 31 de março de 2010.

Em 2012, com sua gestão chegando à marca 70% de aprovação mas com apenas 17% das intenções de voto, renuncia à pré-candidatura das eleições municipais em João Pessoa em carta aberta. Por várias vezes demonstrou desejo de voltar a ser candidato mesmo com o PSB já tendo como pré-candidata a ex-secretária de planejamento Estelizabel Bezerra. Após reafirmar publicamente seu desejo de concorrer à prefeitura municipal de João Pessoa registra sua pré-candidatura no PSB mas fica fora da disputa, perdendo nas prévias do partido para Estelizabel Bezerra, nome apoiado pelo governador Ricardo Coutinho e por 69% dos filiados ao PSB presentes na convenção.

Em 2014 ele participou novamente do processo eleitoral concorrendo a primeiro suplente do candidato a senado Wilson Santiago (PTB), mas não venceu, ficando apenas em terceiro lugar.

Portal Correio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *