Mãe e Padrasto são presos como suspeitos do crime

assassinos-de-everton.jpg
Depois de quase 12 horas de muita investigação, a Polícia Civil em Sumé acaba de prender quatro suspeitos de ter matado e esquartejado a criança Everton Siqueira, de apenas 5 anos.

Após as investigações, a polícia civil prendeu quatro suspeitos envolvidos no crime bárbaro: a mãe (Laudenice), o padrasto (Daniel), o homem conhecido por “Paulistinha” e o senhor chamado de Batista. Nenhum assumiu a autoria do crime.

Os presos foram encaminhados para a cadeia de Monteiro e ficarão a disposição da justiça.

De acordo com o delegado regional de Monteiro, João Joaldo Ferreira, também no Cariri, o caso está sob a responsabilidade do delegado Yuri Givago, com apoio do delegado Paulo Nunes  e do apoio do Grupo Tático de Monteiro.

“É um investigação muito complicada porque desconfiamos que haja o envolvimento do padrasto e da própria mãe da criança”, explicou o delegado afirmando que o casal seria ouvido nesta tarde e que as informações que eles irão fornecer serão checadas logo em seguida para que seja dada uma resposta rápida à sociedade.

As primeiras investigações apontam que o caso esteja relacionado com rituais de magia negra, pela forma brutal em que a criança foi morta. De acordo com a perícia, a morte deve ter acontecido em outro local, porque não havia indícios de sangue na área do crime.

Paraíba Informa / Chico Lobo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *