Movimento dos Sem Terras fazem protestos e fecham BR 412 e 230 no Cariri e Seridó do Estado

protesto_prata_2.jpg

Cerca de 200 famílias sem terras fecharam a BR 412, principal via de acesso ao Cariri Paraibano, em protesto entre outros motivos contra a lentidão na Reforma Agrária na Paraíba. O protesto começou por volta das 5h30 desta quarta-feira (11) e segundo informações da radialista Jacqueline Oliveira já há uma fila de mais de 5 quilômetros de caminhões e outros veículos vindo de Sumé com destino a Monteiro.

O fechamento acontece na altura do Rancho dos Negros, na entrada para a cidade da Prata. Outro movimento de sem terras fechou a BR 230, na altura da entrada para a cidade de Assunção no município de Junco do Seridó. Filas quilométricas também estão formadas na principal ligação do Sertão com Campina Grande e João Pessoa.

protesto_prata_3

As ações fazem parte também da Jornada Nacional de Lutas das Mulheres Camponesas, em que denunciam o modelo do agronegócio no campo brasileiro e propõem a agroecologia como alternativa ao capital estrangeiro na agricultura. Os líderes do movimento declaram ainda que os trabalhadores rurais sofrem diariamente com o descaso dos governos com a vida de quem vive nos acampamentos e assentamentos.

Não há previsão para o movimento acabar. Os trabalhadores devem aguardar decisões vindas de Brasília e de João Pessoa, para que o movimento seja encerrado.

 

com de olho no cariri
Foto: Jacquelline Oliveira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *