Município de Juazeirinho completa 101 anos com vasta programação

A cidade de Juazeirinho completa 101 anos de história nesta terça-feira (04). Para comemorar a data, a prefeitura municipal preparou uma programação especial que contará com uma sessão solene a fim de homenagear filhos ilustres do município, o evento terá início as 19h na Câmara de Vereadores.

Para animar a festa, os juazeirinhenses poderão curtir o som das bandas Farra Atrevida e Forró do Vale. A prefeita da cidade está orgulhosa de fazer parte da história de Juazeirinho e poder proporcionar essa comemoração aos munícipes. “Juazeirinho merece comemorar em grande estilo os 101 anos de fundação, por isso o carinho na programação” , frisou a Prefeita Carleusa.

A festa dançante acontecerá na praça São José a partir das 22h.

Confira um pouco da história de Juazeirinho:

A cidade de Juazeirinho fica situada a 200 km de João Pessoa, as margens da BR-230, entre o Cariri e o Curimataú, denominado Médio Seridó da Paraíba e fazia parte das sesmarias dos Oliveira Ledo, que desbravaram o Cariri e o Sertão Paraibano, e já haviam se fixado no Carirí em 1753, conforme documentos, com fazendas de gado. Existindo ainda hoje uma fazenda que preserva, após mais de dois séculos, o seu nome, “Ana de Oliveira”.

A fazenda Juazeiro serviu de marco inicial para o povoamento do lugar. Inicialmente, formou-se um pouso de tropeiros, em suas idas e vindas, entre o Sertão e Campina Grande, tornando-se assim parada obrigatória. Ali aconteceram as primeiras transações comerciais, em barracas improvisadas.

Desta maneira, prosperava a criação de gado bovino, caprino e ovino, os agricultores por sua vez, exploravam a cultura de milho, feijão e algodão. Então, o excedente dessa produção precisava ser comercializado, surgindo então à idéia de uma feira local, visto que Soledade ficava a uma distância de quatro léguas, o que acarretava dificuldades de toda ordem, em face da ausência de transporte motorizado.

A ideia da criação da feira teve integral apoio de vários moradores e proprietários entre eles: José Batista de Azevedo, Pedro Ferreira de Barros, Manoel Vital Filho, Avelino José e João Cunha Moreno, e fizeram um requerimento ao Coronel Claudino Alves da Nóbrega, então Prefeito de Soledade, que autorizou a feira, sendo escolhido o dia de terça-feira.

No dia 04 de Novembro de 1913 realizou-se a primeira feira que prosperou com muita rapidez. Juazeiro passou a ser o ponto de parada obrigatória, transformando-se num entreposto de comércio de gado, algodão e outros gêneros, trazendo natural progresso.

No ano seguinte, precisamente em 24 de dezembro de 1914, foi celebrada a primeira missa pelo padre José Betâmio, e iniciada uma campanha para adquirir fundos para construção da Igreja, tendo S.JOSÉ como padroeiro. Com isso Juazeiro se tornou um próspero núcleo comercial, como também um núcleo político de importância.

Em 1938, pelo Decreto-Lei Estadual N. 1164 de 15 de Janeiro, a Sede do município de Soledade foi transferida para Juazeiro, permanecendo até 1943. E tinha como Prefeito nomeado Sr. Francisco Correia de Queiroz. Quando em 31 de Dezembro do mesmo ano, o Decreto Estadual N. 520, faz voltar para Soledade à Sede Municipal, e o mesmo Decreto muda o nome de JUAZEIRO para JUAZEIRINHO.

Foi promovida uma campanha de divulgação do Comitê Pró Emancipação Política de Juazeirinho, que tomou corpo, cujo projeto apresentado Pelo Deputado Luiz Bronzeado à Assembleia Legislativa do Estado, recebeu parecer favorável na sua Comissão de Constituição e Justiça.

Entre outros aspectos que justificariam a medida, encontram-se a sua extensão territorial, seu maior comércio e, principalmente a sua situação econômica, desde que concorre para os cofres do município com mais de cinquenta por cento de sua renda tributária. Adianta ter observado que Juazeirinho possui todos os requisitos exigidos para sua instalação.

A emancipação política foi alcançada através de Lei N. 1747 de 25 de Julho de 1957, pelo Governador do Estado Dr. Flávio Ribeiro Coutinho, cuja instalação oficial se deu no dia 27 de Outubro de 1957, desmembrando-se de Soledade e integrado por dois distritos, o da Sede e o de Tenório.

Por indicação do Senador Argemiro de Figueiredo, o Governador Flávio Ribeiro Coutinho, nomeou Prefeito Municipal de Juazeirinho o Senhor, JOVENTINO BATISTA DE AZEVEDO, que esperou por aquele prêmio mais de 40 anos. Agricultor, Criador, proprietário de algumas glebas de terra, correligionário do Senador, e seguidor da doutrina daquele político da extinta UDN por várias décadas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *