Prefeito da Capital confirma reforma administrativa para 2015

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT) reunirá sua bancada na Câmara Municipal na próxima semana e garantiu que até o final deste ano promoverá uma reforma administrativa no quadro de auxiliares da Prefeitura. O objetivo destas ações é afinar o discurso com a nova conjuntura política pós-eleições 2014. Segundo ele, é importante que todos que integram o governo municipal entendam que não é possível que a cada eleição eles se dividam, conforme ocorreu este ano, com alguns membros do governo e vereadores apoiando a candidatura de Cássio Cunha Lima (PSDB) e não a de Ricardo Coutinho (PSB), apoiada pelo Partido dos Trabalhadores.

“Pra semana a gente deve estar tendo alguma reunião com os nossos vereadores. Já tenho conversado com alguns deles, mas acredito que na próxima semana a gente faça um balanço do ano”, afirmou o prefeito na manhã de ontem durante a entrega de 30 veículos novos para a frota de ônibus do sistema de transporte coletivo da Capital. Na Câmara até mesmo o líder da bancada governista, Marcos Antônio (PPS), aderiu à campanha do tucano, como todo o seu partido.

Já em relação à reforma administrativa, Luciano Cartaxo afirmou que ela seguirá no mesmo entendimento, uma vez que alguns auxiliares não seguiram a orientação do prefeito e aderiram à campanha do PSDB. “Ainda estamos avaliando alguns cenários, mas não tem uma data marcada ainda para esta reforma administrativa. Ela deve haver. Sempre faço uma mexida, estamos chegando na metade do governo, é o momento de fazer uma avaliação, já fiz isso ao final do primeiro ano de mandato e vamos fazer isso novamente para ver o que a gente pode melhorar ainda mais”, afirmou.

Ao ser questionado se teria relação com os auxiliares dissidentes, ele disse: “Este é um processo que vamos conversar, nos tivemos uma decisão política clara, alguns secretários tiveram posições divergentes, assim como vereadores, mas temos um projeto político e administrativo para a cidade de João Pessoa, então é importante que a gente crie cada vez mais esta unidade. É um governo bem avaliado, que tem trabalhado muito e quanto mais a gente tiver esta compreensão na nossa bancada e nos nossos secretários de que a cada eleição a gente não pode estar dividido, é melhor a gente trabalhar conjuntamente. Então vou conversar com todo mundo, chegar a este entendimento e então a gente faz as mudanças que achar necessário”.

Luciano Cartaxo também comentou sobre a expectativa de ter petistas ocupando cargos no governo de Ricardo Coutinho a partir do próximo ano. “Esta é uma decisão de Ricardo, fizemos uma aliança, mas não estamos cobrando cargos, fazendo nenhuma imposição. Fizemos a nossa parte, a aliança foi muito positiva, os resultados foram apresentados, ampliamos a votação em João Pessoa no segundo turno, então estamos tranquilos, este é um momento de reflexão, o governador deve estar pensando na montagem da sua equipe e na hora que ele achar interessante convocar os partidos que estiveram juntos nesta aliança, isso vai acontecer”, explicou.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *