Prefeito luciano cartaxo diz só debaterá reajuste de servidores em junho

d80b071297a23dabdbd1136fd352e85f.jpg

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), também foi ao Parlamento nesta terça-feira (02), levar a mensagem do Poder Executivo na primeira sessão do ano legislativo na Câmara Municipal. O gestor destacou obras em andamento, mas o tema principal não deixou de ser a crise, que tem envolvido o discurso de todos os chefes de Poderes da Paraíba. Cartaxo afirmou que só discutirá reajuste salarial a partir de junho.

“Só vamos discutir reajuste na data-base dos servidores que é em junho. Então temos muito tempo ainda para debater essa questão com os sindicatos e com os servidores”, adiantou o prefeito, acrescentando que a administração municipal vem tomando medidas de contenção de gastos deste 2014, o que tem garantido o equilíbrio fiscal da prefeitura.

O gestor disse, ainda, que a cidade teve planejamento para seguir fazendo mais, sem perder tempo com lamentações ou olhando pelo retrovisor em comparações improdutivas. “Tenho absoluta clareza do nosso compromisso e dos nossos objetivos. Um dos principais desafios que assumimos, ainda no início da caminhada, foi o de que a gestão deveria estar sempre disposta a quebrar paradigmas. Vivemos um novo tempo. O povo demonstrou, em diversas ocasiões, que não aceita mais as práticas da velha política. A briga, o personalismo, a intriga, a vaidade. Nós olhamos para a frente, e de um jeito diferente”, salientou.

Cartaxo ressaltou o trabalho de toda a sua equipe, sobretudo no enfrentamento do período de crise. Apesar do momento de adversidade, disse ele, quando centenas de municípios sequer conseguem cumprir com o pagamento da folha de servidores, “João Pessoa segue dando sinais claros de que não ficou esperando a crise passar. Até porque, tenho dito, crise a gente não lamenta, a gente enfrenta. E nós enfrentamos a crise com muito trabalho, e também com muito planejamento”.

O gestor anunciou detalhes do projeto João Pessoa Sustentável, que prevê um conjunto de 60 ações estruturadoras, em diversas áreas, definidas pelos técnicos da prefeitura, com o apoio de entidades nacionais e internacionais, levando em consideração o desenvolvimento da capital nos próximos 30 anos.

João Pessoa Sustentável foi o único projeto, entre todos os apresentados pelas cidades do Nordeste do Brasil, selecionado para receber recursos e apoio técnico do Banco Interamericano de Desenvolvimento.

“João Pessoa receberá 100 milhões de dólares do BID, captados a partir desse planejamento ousado, para executar obras que colocarão a nossa cidade em um outro patamar de desenvolvimento. Até porque, só pensa pequeno, e de forma acanhada, quem pensa com a cabeça presa ao passado. Pensar grande é pensar o futuro, é trabalhar para um planejamento diferente de cidade, para os próximos 30 anos. Com coragem, competência e compromisso para tirar, desde já, as primeiras realizações do papel”, defendeu Cartaxo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *