Prefeitura de Serra Branca não conclui obra da creche e MEC promete barrar recursos para novos projetos no município

A falta de gestão no município de Serra Branca está chamando a atenção dos órgãos federais e a cidade poderá ser penalizada pela lentidão nas obras lideradas pelo Executivo. O Ministério da Educação prometeu barrar recursos para novos projetos enviados pela Secretaria de Educação caso a creche do bairro dos Pereiros não seja concluída.

A creche foi um projeto conseguido pela gestão do prefeito Eduardo Torreão, quando de um projeto enviado pela ex-secretária de educação Dalvanira Barros Leão. A cidade foi uma das poucas do Cariri contempladas com o benefício, mas já teve seu prazo de conclusão encerrado há quase dois anos.

A obra orçada em R$ 1.393.500,00 já teve todo o recurso liberado e está com mais de 90% de conclusão, mas com atividades paralisadas há vários meses fazendo com que o município perca todos os prazos solicitados ao Ministério da Educação. A creche teve seu prazo inicial de entrega para março de 2013, pediu prorrogação para março de 2014 e sem habilidade para concluí-la, fez um aditivo para o último mês de setembro. O Ministério da Educação agora poderá requisitar a devolução dos recursos liberados e a creche poderá se tornar um grande “elefante branco” sem conclusão.

No momento, a Prefeitura de Serra Branca tem R$ 423 mil em conta para pagamento da última parcela da obra. A empresa responsável culpa o prefeito Eduardo Torreão pelo atraso e o gestor atribui a responsabilidade à empresa, sem que nenhum explique qual a pendência existente entre ambos.

A comissão de fiscalização criada pela Câmara de Vereadores de Serra Branca precisará dar uma resposta à sociedade e ao Ministério Público quanto ao impasse.
Enquanto isso, estudantes serra-branquenses reivindicam o envio de novos projetos para o MEC solicitando mais ônibus escolares para o município e o pedido poderá ser negado pela inércia da Prefeitura.

Com de olho no cariri

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *