Preso casal suspeito de torturar criança no Cariri

policicivil.jpg

O casal que torturava o menino de 7 anos em Boqueirão foi preso, na manhã desta quinta-feira (18), na Paraíba. A prisão preventiva de Maria Aparecida Sousa Silva e Edilson Cosme Albuquerque foi realizada pela Polícia Civil, em cumprimento aos mandados de prisão.

A criança foi encontrada acorrentada e com sinais de desnutrição e maus-tratos, no dia 10 de julho. A criança estava sendo mantida em cárcere privado e teria sido espancada com fios elétricos, cordas e velas, pela própria mãe.

Um laudo do Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol), confirmou que a criança sofreu torturas e os principais suspeitos são a mãe e o padrasto do menino que estavam foragidos.

O menino de 7 anos permanece internado no Hospital de Trauma de Campina Grande, com estado de saúde considerado estável. Ainda não há previsão de receber alta médica.

O caso está sendo investigado pela 11ª Delegacia Seccional em Queimadas, e o delegado Iasley Almeida estará à disposição da imprensa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *