Preso, motorista de carro-forte confessa a participação no roubo

carroforte11122014.jpg

Foi preso nesta quarta-feira (10), pela Polícia Civil, o motorista do carro-forte assaltado no último dia 2 de dezembro. De acordo com a polícia, Rafael Freitas Marinho, de 24 anos, estava em uma clínica particular no bairro de Jaguaribe, quando foi cumprido o mandado de prisão preventiva que havia sido expedido contra ele. As investigações apontam que Rafael, faz parte do grupo, que além do roubo ao carro-forte em João Pessoa, também é suspeito de diversos crimes contra bancos em Pernambuco e na Paraíba.

O delegado do Grupo de Operações Especiais (GOE), Tiago Sandes, interrogou o suspeito, que confessou ter participado do roubo. “Segundo o vigilante, os quatro envolvidos já se conheciam e o procuraram para participar do roubo, pela facilidade que ele tinha como funcionário da empresa. No dia 2 de dezembro, a quadrilha esteve bem cedo com o vigilante para uma abordagem que deu a ideia de sequestro e amarrou no corpo dele os supostos artefatos”, explicou.

Outras quatro pessoas já haviam sido presas, suspeitas de integrar o grupo criminoso. R$ 816 mil foram recuperados em uma ação da Polícia Civil de Pernambuco.

Rafael era funcionário da empresa dona do carro-forte e de acordo com a polícia teria simulado o próprio sequestro e amarrado falsos explosivos ao corpo, durante o roubo.O vigilante foi liberado no dia do roubo, mas as investigações policiais indicaram que ele teria participação no crime e ele foi considerado foragido.

O delegado Tiago Sandes, destacou ainda que outras duas pessoas envolvidas no assalto continuam foragidas.

Jornal da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *