PRF intensifica o trabalho de recolhimento de animais soltos nas rodovias.

prfrecolhean1.jpg

A medida trará mais segurança no período do Carnaval

Visando dar mais segurança àqueles que irão pegar as estradas paraibanas neste feriado de Momo, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) intensificou os trabalhos de recolhimento de animais soltos nas rodovias. Do dia 1 de janeiro até ontem (9), foram apreendidos 98 animais nas BRs 230 e 361, no Sertão do estado.

Embora este controle seja de responsabilidade dos municípios, a PRF não poderia privar-se do seu compromisso institucional e, sobretudo, social. Por isso está investindo na aquisição de novos caminhões boiadeiros, assim como está provocando algumas prefeituras a firmarem convênios, onde, na oportunidade, estas forneceriam laçadores e, principalmente, locais para recebimento e cuidados dos animais apreendidos.

prfrecolhean

Ao longo do ano de 2014 a PRF registrou 119 acidentes envolvendo animais (atropelamentos) na Paraíba. Estas ocorrências geraram 59 pessoas feridas e três mortes.

Mesmo considerando que o controle das criações e recolhimento de animais seja dos municípios, os proprietários dos animais (criadores) poderão sofrer sansões penais por prática de contravenção ou até mesmo crime. O simples ato de deixar o animal solto já se configura contravenção penal. O pior é que este negligenciamento acarreta, muitas vezes, em acidentes nas estradas. Quando a presença de um animal na pista provoca um acidente, e que este gere danos materiais ou, os casos mais graves, que são os danos físicos aos ocupantes de veículos, o proprietário deste animal estará sujeito a responder na esfera penal.

Em casos de avistamento de animais soltos na pista, o motorista pode ligar para o 191, número de emergência da PRF, para denunciar.

 

Assessoria/PRF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *