Projeto de moda faz coleção inspirada na Rua da Areia, famosa pela história e pelos bordéis em JP

A histórica Rua da Areia, no Centro de João Pessoa, é a fonte de inspiração do oitavo grupo do projeto Célula de Criação. A coleção Desvendando Rosas será apresentada ao público nesta sexta-feira (17), às 17h, na Estação da Moda – Centro Vocacional Tecnológico (CVT) da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP). Para comentar a coleção desenvolvida pelo grupo, a Estação convidou a jornalista Raquel Medeiros especialista em moda e idealizadora do site nasentrelinhas.com.br.

De acordo com o coordenador da Estação da Moda, Romero Sousa, o grupo chegou preparado e coeso para participar da Célula. “Todos eles saíram recentemente do curso superior de moda e isso foi um diferencial. Eles se adaptaram facilmente a proposta, se mostraram muito eficientes e

tiveram toda a liberdade no processo criativo, pois já sabiam o que queriam”, ressaltou.

Segundo a designer de moda e integrante do grupo Celina Pessoa, o grupo escolheu a Rua da Areia em função do mistério e curiosidades que existem em torno do lugar. “Lá atrás, na formação da cidade, a Rua da Areia era uma rua nobre, onde viviam os fidalgos. Existe, inclusive, um prédio da Maçonaria. Depois ela ficou famosa por ser a rua dos bordéis”, disse.

Para montar o painel de inspiração, o grupo fotografou vários aspectos do lugar e é justamente a arquitetura da Rua da Areia que dá margem as formas e texturas da coleção. “O conceito da coleção está nas garotas de programa e bordéis, mas as formas e texturas utilizadas vêm da arquitetura, especialmente as grades que estão por toda parte”, explicou Celina Pessoa.

Sobre o nome da coleção, Desvendando Rosas, Celina conta que o grupo comparou a dubiedade que existe na vida de uma garota de programa às rosas. “As rosas têm beleza e espinhos e a vida da prostituta também tem isso. Durante o dia, muitas mulheres procuram esconder esse lado. É uma vida marcada por rosas e espinhos. Jogamos com essa dubiedade”, contou.

O grupo – O oitavo grupo da Célula de Criação é formado por cinco designers de moda – todos formados pelo Unipê. Além de Celina, integram o grupo Mabia Keruza, Artur do Valle, Marcio Ueoka e Eddie Farias. Como o grupo já se conhecia dos tempos da faculdade, Celina contou que o processo criativo e de confecção fluiu tranquilamente. “O grupo já se conhecia e sabíamos do comprometimento do outro. Assim, conseguimos finalizar a coleção no prazo de 30 dias e conseguimos deixá-la exatamente como gostaríamos”, contou.

Para isso, o grupo decidiu fazer um investimento de alguns tecidos, como dois tipos de tule e veludo molhado. Da Estação da Moda, o grupo utilizou as malhas e napa. “Sabemos que o desafio do projeto é criar uma coleção com material limitado e no prazo exigido, mas para que os looks ficassem exatamente como nós criamos, acrescentamos alguns materiais para valorizar as peças”, disse Celina.

Célula de Criação – É um projeto da Estação da Moda com foco no exercício da criação. Os interessados formam grupos de até cinco componentes para desenvolver, no período de 30 dias, uma coleção de moda com 10 looks. A participação é gratuita.

As peças são confeccionadas nas instalações da Estação da Moda com o suporte técnico da designer de moda Lailane Melo e da produtora de moda Grayce de Farias. As duas profissionais são instrutoras da Estação da Moda nos cursos de Corte e Costura e Modelagem, respectivamente. A consultoria criativa é do coordenador do órgão, o estilista Romero Sousa.

O material utilizado na elaboração da coleção é disponibilizado pela Estação da Moda e as peças confeccionadas passam a integrar o acervo do órgão, ficando à disposição do grupo mediante solicitação.

Estação da Moda – A Estação da Moda é um Centro Vocacional Tecnológico ligado a Secretaria de Ciência e Tecnologia (Secitec) da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP). Fica localizada na Rua Rosário di Lorenzo, s/n, Varadouro. Em frente à Estação Ferroviária de João Pessoa. Mais informações através do telefone (83) 3218-6160.

Secom JP

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *