Redução de atrações no São João de Campina Grande é anunciada pelo prefeito

sjcampinagrande.jpg

O São João 2017 de Campina Grande terá menos atrações que em 2016. Faltando menos de 150 dias para o início do Maior São João do Mundo, o prefeito Romero Rodrigues (PSDB) anunciou nesta terça-feira (3) que a festa terá menos artistas – foram cerca de 300 na edição anterior -, mas os shows devem ser mais longos que nos outros anos. O evento está marcado para acontecer do dia 2 de junho, ao dia 2 de julho.

As mudanças foram divulgadas pela Coordenação de Comunicação da prefeitura. Segundo Romero Rodrigues, já estão sendo finalizados estudos sobre o evento e profundos ajustes vão ser implantados na formatação do gerenciamento da festa. Ele ressaltou que o evento não vai perder o caráter popular e de livre acesso a todas as classes sociais.

A ideia é diminuir os custos e otimizar o evento, que contará em 2017 com uma forma diferente de gerência, para tentar evitar problemas com contratação e pagamento dos cachês.

Duas polêmicas envolveram o pagamento de cachês no São João 2016 de Campina Grande. Até setembro, aproximadamente 150 artistas não tinha recebido o pagamento pelos shows. O atraso gerou reclamações por parte dos músicos.

O show de Wesley Safadão em Campina Grande também foi alvo de controvérsias. O contrato em Campina Grande teve diferença de preços entre o que foi pago pela prefeitura de Caruaru e pela cidade paraibana. A informação foi da empresa Luan Promoções e Eventos, responsável pelos contratos do artista.

São João 2016
Segundo o coordenador do Maior São João do Mundo 2016, Temi Cabral, na última edição foram contratados mais de 300 shows para o Parque do Povo, distritos e bairros. Apenas no palco principal do Parque do Povo foram 80 atrações, segundo ele. Temi Cabral disse que não foi informado ainda se fará a coordenação da edição 2017 do Maior São João do Mundo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *