Revoltado com presidente, funcionário da prefeitura faz quebra quebra na Câmara de Vereadores de Assunção

No município de Assunção, Cariri da Paraíba, não se fala em outra coisa a não ser na revolta do motorista da ambulância da Prefeitura, conhecido como Chocolate, com o presidente da Câmara, Roberto Santos. O funcionário, segundo informações colhidas pelo portal De Olho no Cariri, está revoltado com o calote dado pelo vereador presidente, que pediu para que ele trocasse 8 mil reais em cheques e agora diz desconhecer a dívida.

Segundo relato do motorista ao portal, o presidente Roberto Santos há alguns meses estaria com cheques da própria Câmara de Assunção e precisando trocá-los. Foi quando acionou o motorista, que conseguiu o intento junto a outro colega da cidade de Taperoá. Passados alguns meses e vendo que os cheques não tinham fundo, Chocolate estava sendo pressionado a devolver o dinheiro e procurando o presidente, viu que ele queria tirar de si a responsabilidade.

Indignado, o servidor municipal foi a Câmara na noite desta sexta-feira (11) e quebrou toda a vidraça da porta de entrada. Contido por um amigo, ele foi levado da cidade e a polícia ao chegar ao local não conseguiu localizá-lo.

O que chama a atenção é a reação da população de Assunção. Populares estão solidários ao motorista Chocolate e revoltados com o presidente da Câmara, que já foi denunciado inclusive por outros vereadores por irregularidades e calotes dados aos colegas no Legislativo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *