Ricardo promete não demitir os 9 mil prestadores de serviço do Estado

O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho explicou nesta quarta-feira (27) que não vai demitir os 9 mil prestadores de serviço recomendado pelo Tribunal de Contas da Paraíba (TCE).

“Não vamos acatar a recomendação do TCE, porque isso significaria fechar os hospitais. Eu não vou simplesmente achar que o mais correto é colocar todo mundo para fora em quatro meses”, comentou.

O governador destacou que não pode resolver o problema em 10 dias: “Eu não vou simplesmente achar que o mais correto é, em 10 dias, colocar todo mundo para fora”, concluiu.

A Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado julgou na terça-feira (26) irregulares as contratações de 9.460 servidores na Secretaria de Saúde do Estado. De acordo com a decisão, o governo terá um prazo de 120 dias para fazer a demissão de todos eles.

As irregularidades apontadas pela auditoria do TCE envolvem as contratações de 1.923 prestadores de serviço e 7.537 servidores “codificados”, que são servidores sem nenhum vínculo com o Estado e que recebem seus salários mediante a apresentação do número do CPF.

O governador afirmou que o Estado já contratou 10 mil concursados e vai substituir os prestadores por concursados aos poucos. “Nosso governo tem dado demonstração muito clara do que é fazer concurso público, eu já contratei 10 mil concursados”, colocou.

Com PC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *