Senador paraibano presidirá comissão especial do impeachment

Lira_Tribuna26_Decisao_Supremo-1024x681.jpg

Um paraibano presidirá a comissão especial do Senado que avaliará a instalação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. O nome do senador Raimundo Lira (PMDB) foi confirmado nesta quarta-feira. O relator indicado pelo PSDB é o senador Antonio Anastasia (MG).

Outro paraibano, o tucano Cássio Cunha Lima teve o nome ventilado ontem, mas a força política do PMDB (que tem 18 senadores na Casa) falou mais alto. A comissão contará com três senadores paraibanos, além de Lindbergh Farias, senador do PT (pelo Rio de Janeiro).

Os blocos partidários têm até sexta-feira para indicar nomes para formar o colegiado, que terá 21 membros titulares e 21 suplentes. A quantidade de indicados é proporcional ao tamanho das bancadas das legendas que formam o bloco.

A eleição da comissão foi antecipada pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) de terça-feira (26) para segunda (25). Domingo passado, a Câmara Federal aprovou o prosseguimento do processo de impeachment.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *