Suspeitos de assassinar garoto de 5 anos são transferidos para presídio em Campina ou João Pessoa

suspeitos_transferencia.jpg

Os quatro presos suspeitos de matar um menino de cinco anos em Sumé, a 264 km de João Pessoa, foram transferidos no início da noite desta quarta-feira (14) com destino a Campina e posteriormente a João Pessoa. A informação apesar de extra-oficial foi falada por agentes de segurança que trabalham na Delegacia Regional de Monteiro, local onde eles estavam desde que foram presos na noite desta terça-feira (13).

As primeiras informações dão conta de que os acusados detidos serão levados inicialmente para Campina a fim de passar por exame de corpo delito, mas serão transferidas posteriormente para a capital João Pessoa.

Mais cedo, em entrevista a TV Correio, o delegado regional de Monteiro, Dr. João Joaldo, disse que os detentos da cadeia pública de Monteiro teriam ameaçado fazer rebelião, caso eles permanecessem no local. Para que não fossem linchados, os quatro presos já tiveram que ser levados de Sumé para Monteiro.

Os suspeitos foram presos em Sumé após “depoimentos contraditórios e álibis frágeis”, como foi dito pelo delegado Yure Givago. A Polícia Civil deverá pedir a prisão temporária dos detidos por pelo menos 30 dias e investiga se houve morte por magia negra, assassinato praticado por um doente mental e homicídio por vingança praticado pelo amigo da família.

O menino de cinco anos desapareceu no domingo (11) e foi achado morto na terça (13), com o corpo mutilado.
Paraíba Informa / de olho no cariri

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *