Tôrres diz que desafio da comunicação é acompanhar ritmo intenso da gestão

LUIS-TORRES13012015.jpg

A manutenção de todo o comando da comunicação institucional do Governo da Paraíba na reforma administrativa, promovida pelo governador Ricardo Coutinho (PSB), é fruto de um bom trabalho de toda a gestão, e não só da pasta. É o que pensa o secretário de comunicação institucional, Luís Tôrres, que em entrevista ao Paraíba Já, revelou que a principal tarefa da comunicação neste segundo mandato é acompanhar o ritmo intenso de obras e ações da gestão.

“Entremos neste novo governo com a energia renovada, para continuar fazendo o que, talvez, seja a coisa mais difícil, que é acompanhar o ritmo vertiginoso de obras e ações que este governo produz para a população da Paraíba”, disse Luis.

Na secretaria de comunicação, Luís foi mantido no cargo, ao lado do secretário executivo da pasta, Célio Alves. As jornalistas Albiege Fernandes e Maria Eduarda Santos foram mantidas como superintendentes do jornal A União e da Rádio Tabajara, respectivamente.

Para Tôrres, a manutenção dos principais cargos na comunicação é reflexo de um trabalho de toda a gestão. “A comunicação não constrói hospital, escola ou estrada, são as outras pastas que produzem essas obras e ações, e cabe a comunicação fazer com que o paraibano tome conhecimento. O governo todo merece reconhecimento pelo trabalho que vem realizando nos últimos quatro anos”, finaliza o secretário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *