Veneziano critica suspensão do mandato e diz que ato foi autoritário

veneziano_2017.jpg

O deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) criticou, na noite desta quinta-feira (10) a decisão do presidente nacional do PMDB, senador Romero Jucá, em encaminhar um ofício ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Gilmar Mendes, que suspende por 60 dias as funções políticas dos parlamentares do partido que votaram pelo prosseguimento da denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB).

Veneziano afirmou que a decisão vai de encontro ao histórico do PMDB, que segundo o deputado, sempre respeitou a decisão de seus filiados, independente das posições tomadas.

“Só tenho a lamentar. Foi um ato que eu não esperava, por força do histórico de um partido que sempre se mostrou democrático e respeitador nos termos das posições pessoais dos seus integrantes e agora se mostra com víeis forte de autoritarismo”, declarou.

Com MaisPB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *