Caminhos da Paraíba: Ricardo inaugura estrada que tira Santo André do isolamento asfáltico

SANTO-ANDRE3-400x235.jpg

O governador Ricardo Coutinho inaugurou, nesta quarta-feira (8), a pavimentação da PB-200 que tira a cidade de Santo André do isolamento asfáltico, beneficiando quase 5 mil habitantes de Santo André e Parari. A estrada também facilita o tráfego de, aproximadamente, 180 veículos que passam diariamente pelo local. A obra, que faz parte de uma série de inaugurações programadas pelo Governo do Estado para os meses de fevereiro e março, tem 12,5 km de extensão e representa mais de R$ 11 milhões de investimento. O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Gervásio Maia, auxiliares do Governo, deputados estaduais, lideranças e moradores da região estiveram presentes na inauguração.

Os principais serviços executados na rodovia foram: terraplenagem em cortes e aterros, pavimentação asfáltica, drenagem profunda e superficial, cercas, bueiros, gramagem de taludes e sinalização horizontal e vertical.

Durante a solenidade, Ricardo lembrou que esta é a 48ª cidade paraibana a sair do isolamento asfáltico. “Quando assumimos a gestão, 54 municípios estavam sem ligação através do asfalto, hoje já entregamos a 48ª estrada. Até abril, não vai restar nenhuma cidade em isolamento asfáltico na Paraíba. Nenhum estado do país fez tanto asfalto como a Paraíba nos últimos anos. Hoje o Cariri está muito melhor, com excelentes estradas interligando as cidades e facilitando a vida da sociedade. Cada estrada é um instrumento de desenvolvimento para os municípios. Estradas e água são fundamentais para o povo”, observou o governador.

A prefeita de Santo André, Silvana Marinho, agradeceu ao governador pela estrada que tira a cidade do isolamento. “No Dia da Mulher, ganhamos de presente essa grande obra. A rodovia tira Santo André do isolamento, diminuindo o tempo de viagem para outras cidades e dando mais segurança e comodidade aos moradores que passam pelo local. Agradeço muito por essa estrada”, disse.

“Certa vez uma senhora que precisava fazer hemodiálise em Campina Grande teve que ir de trator para poder passar na pista sem asfalto. Era um drama muito grande para a população ir e vir de outras cidades. Agora a situação mudou e estamos muito gratos por isso”, comentou o morador João Batista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *