Cartaxo critica Ricardo e diz que oposição marchará unida em 2018

CARTAXO-08012015.jpg

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo rebateu as críticas do governador do Estado, Ricardo Coutinho (PSB) feito à sua gestão e que o prefeito não tinha o perfil do PSB para disputar o governo da Paraíba em 2018.

Conforme Cartaxo, diferentemente do PSB, o projeto do PSD é para o povo e não é de um homem só e que a aliança que o elegeu a prefeito da Capital já está consolidada para 2018.

Segundo Cartaxo, o projeto do PSD é o de transformar a cidade e a vida das pessoas com as ações empregadas pela sua administração no que diz respeito à saúde com a construção de UPAs; à educação com a construção de creches e escolas; com a política habitacional que fez a entrega de mais de cinco mil casas e está construindo mais 4,5 mil unidades.

“É esse projeto que nós estamos tocando e não é exclusivo do prefeito Luciano Cartaxo. Nós temos alianças com uma série de partidos, dialogamos com a sociedade e com os movimentos sociais. É com esse projeto, na nova política, que estamos colocando em prática em João Pessoa, que optou duas vezes pelo projeto do PSD, tanto em 2012 quanto em 2016, quando ganhamos no primeiro turno”, enfatizou

O prefeito criticou ainda a postura do governador por apresentar o projeto do partido como se fosse algo só dele.

“Isso está claro. Nós tivemos a oportunidade de discutir isso durante a campanha eleitoral , mas esse momento da política na Paraíba está chegando ao final. O do confronto, da briga permanente, da falta de respeito com as pessoas, da falta de diálogo porque o momento agora vai ser outro: de entendimento, de busca de solução e de apresentação de resultados concretos para a população”, avaliou.

Para o prefeito, não adianta tentarem antecipar o processo eleitoral porque este ano é de trabalho, de foco na gestão que tem dado resultados, tem agradado a quem é pra agradar: ao povo da Capital.

“Nosso compromisso é de melhorar a vida das pessoas. Vamos cuidar das eleições só no ano que vem, quando será analisada a conjuntura política e decidida em conjunto, diferentemente do governador que toma decisões isoladas”, completou.

Com PBOnline

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *