Líder da oposição prevê debandada da base aliada do Governo na ALPB

brunocunhalima.jpg

O líder da oposição na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Bruno Cunha Lima (PSDB), está prevendo uma debandada da bancada de situação. De acordo com o tucano, falta de trato com os aliados e antecipação do processo eleitoral de 2018 seriam os principais motivos para insatisfação da base aliada do governador Ricardo Coutinho (PSB).

“Vão sair pela porta da frente. Porque o próprio Governo vai ser responsável por essa saída, por diversos motivos. Tanto pela falta de trato com os aliados, isso é notório, não precisa ser um grande analista político para saber disso. Como não precisa também ter o ouvido mais aguçado para ouvir o que a base do Governo conversa internamente. E, outro ponto, é que o Governo começa, com essa tentativa de deflagração do processo eleitoral de 2018 agora em 2018, a dar demonstrações de fragilidade porque está querendo criar uma candidatura de forma antecipada, analisou Cunha Lima.

Bruno rebateu as críticas governistas de que “a oposição não tem pauta”. “Quem vai derrotar ele é o próprio Governo, não é a oposição. Primeiro quem vai derrotar é o povo, e em segundo o próprio Governo”, resumiu.

Para o jovem tucano a base majoritária da ALPB é “reflexo de um instante, não é estática, e sim mutável”. E ainda revelou diálogo com membros da situação. “Claro que tem [conversa com membros da situação]. Jamais vou expor [os nomes]. Não iria expor jamais as insatisfações que eles confidenciam. Meu papel não é de ‘bucho furado’, não vou entregar o que confidenciam, e que de fato é realidade”, disse.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *